segunda-feira, 16 de abril de 2012

"Lino Villaventura coloca rainhas e seda na passarela do Dragão"

Dramaticamente intensa e bela, a coleção de Lino Villaventura causou desejo à plateia que desde cedo se aglomerava para vê-lo desfilar. Rainhas coroadas e adornadas com muito brilho deram forma a vestidos longos e volumosos em corte sereia, aderentes ao corpo ou até mesmo ovais como se inspirados em Poiret.

Enriquecidos com fios dourados, rendas e cristais os tecidos nobres oscilavam entre jacquards, tafetás, tules, entre outros, sempre na mais fina seda.

O masculino representado pelo homem mascarado lembrou trajes dos históricos personagens de romances venezianos em suas calças de modelagem justa, camisas rentes ao corpo e capas que ao caminhar embalavam e escondiam a identidade.

Além da imprensa, os estilistas internacionais pertencentes à Camera Moda Italiana, Chicca Lualdi, Fabio Sasso e Juan Caro foram conferir de perto a obra daquele que é apreciado por todos unanimemente.