segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

"Exposição em Copenhague"


Um dos eventos mais importantes da Copenhagen Fashion Week se encontra na verdade fora das salas de desfile e dos showrooms. Trata-se da exposição Northern Woman in Chanel, uma seleção de imagens extraordinárias da dupla de fotógrafos suecos Peter Farago e Ingela Klemetz Farago realizada em colaboração com a marca.


Vernissage da exposição no Designmuseum Danmark

O conceito do livro é simples: fotografar modelos originárias dos países nórdicos e bálticos usando exclusivamente roupas, acessórios e maquiagem da Chanel.


O resultado: um livro de 368 páginas que reúne as 45 modelos mais emblemáticas do norte da Europa usando roupas e jóias de diferentes coleções da Chanel – prêt-à-porter e couture. « Foi um grande privilégio poder ter acesso aos arquivos da Chanel que são normalmente fechadíssimos » declarou Ingela Klemetz Farago durante a visita guiada que fez para os convidados da Copenhagen Fashion Week.


Da sublime Freja Beha Erichsen à icônica Helena Christensen passando por Carmen Kass, Frida Gustavsson, Siri Tollerod, Caroline Winberg e Dorothea Barth Jörgensen para citar só essas, cada modelo traduz um aspecto da beleza nórdica « Cada etnia tem uma beleza bem particular. As dinamarquesas são super sensuais, as norueguesas tem um ar angelical, as finlandesas tem uma beleza mais selvagem » comentou Peter Farago. O fotógrafo fez também questão de ressaltar que todos os profissionais envolvidos no projeto trabalharam gratuitamente e com grande entusiasmo.


Foram necessários mais de um ano e muitas viagens à dupla para finalizar o trabalho – as fotos foram feitas em diversos países do norte da Europa, Paris e Nova York. « Por incrível que pareça a maior dificuldade que encontramos nesse projeto foi decidir quando parar. Fizemos quase 100 fotos a mais que a previsão incial. »


As imagens são de uma beleza magnética e cada clichê conta uma história e explora uma estética diferente. « As vezes a roupa foi o ponto de partida de uma foto, as vezes era a locação que dava o tom (…) Se você reparar em certas imagens decidimos a roupa « combina » com o fundo, em outras foi o contraste que quisemos evidenciar » explica Peter.


Desnecessário dizer que o projeto contou com o apoio total de Karl Lagerfeld que assina ainda o prefácio da obra.


O livro foi lançado em junho do ano passado na Suécia com direito a uma exposição no Fotografiska Museum de Estocolmo. A verão dinamarquesa inaugurada em 01.02.12 no Designmuseum Danmark conta no entanto com uma seção inédita chamada Bare Moments. Trata-se de uma série de retratos em preto e branco (polaroides de teste para os shootings) onde as modelos aparecem sem maquiagem nem retoques. Essa série foi transformada também em um livro que leva o mesmo nome.

Freja Beha Erichsen na série Bare Moments


Fonte: Vogue