quinta-feira, 24 de março de 2011

"Calça Saruel"

História

Originária da região norte africana, especialmente do Marrocos, a saruel é uma derivação das calças johdpur e dhoti - modelos com amplo volume entre as pernas, muito utilizadas pelos povos da África e do Oriente Médio. "Acredita-se também que a calça marroquina era um traje religioso, utilizado desde a Idade Média, pois essa região era extremamente devota", explica José Luis de Andrade, professor de moda do Senac. Nos países de origem, elas eram feitas de algodão ou seda, em cores neutras como bege e branca.

Apelidada em inglês de drop-crotch, a saruel voltou com força às passarelas no ano de 2006 em alguns desfiles, como Marc Jacobs, Givenchy e Vivienne Westwood. Em 2009 ela continua em alta e ganhou diversas variações. "Hoje encontramos a saruel com vários comprimentos de gancho, tecidos, estampas e fechamento, como zíper, botões e elástico. Materiais que não existiam na época de origem", esclarece José Luis.


A saruel vai à praia com blusas sequinhas e chinelos, com o gancho maior. Na cidade, a calça pode ser usada com tênis e rasteiras.


"Lenny"









A parceria com blusas soltinhas é permitida, mas procure equilibrar os volumes


"Cantão"









A versão risca-de-giz deixa a produção mais formal e combinada com um blazer curto fica ótima para o trabalho.


"Maria Bonita"